Ferroviário Atlético Clube

Ferroviário Atlético Clube

Copa do Nordeste

Houve diversos torneios precursores da atual Copa do Nordeste. Em 1971, por exemplo, a competição, que também funcionou como uma espécie de Seletiva Regional da Série B do Campeonato Brasileiro daquele ano, teve como vice-campeão o Ferroviário Atlético Clube, que, antes de chegar neste posto, já havia conquistado a Seletiva Estadual, eliminando o Fortaleza.

A TRAJETÓRIA CORAL COMO VICE-CAMPEÃO DO NORDESTE EM 1971

Na primeira fase, o Ferrão se classificou como líder do seu grupo, que tinha também Campinense/PB, ABC/RN e Ferroviário/PE. Na segunda e última fase, em disputa triangular, o título ficou com o Itabaiana/SE, que na fase anterior eliminou CRB/AL e Náutico/PE. Segundo lugar para o Ferrão e terceiro para o Flamengo/PI, que já havia passado por Sampaio Corrêa/MA, Ríver/PI, Guarany de Sobral/CE e Maranhão/MA.

A NOVA ERA DO NORDESTÃO E A 3ª PARTICIPAÇÃO CORAL EM 2018

Considerando o atual formato, a Copa do Nordeste foi organizada oficialmente pela primeira vez em 1994 e voltou somente em 1997, continuando até 2003. Uma nova parada, com rápida retorno em 2010, e, depois, volta definitiva a partir de 2013.

O Ferroviário foi um dos principais idealizadores desta competição, tendo participado das edições de 1997 e 1999. Em 2018, o Ferrão se apresenta pela terceira vez nesta nova era do Nordestão. A seguir, resumo das duas primeiras participações. Acompanhe tabela, classificação e outros detalhes da atual edição no site da Confederação Brasileira de Futebol: www.cbf.com.br

Clique aqui para conferir a agenda completa de jogos do Ferrão no ano, considerando todas as competições em disputa.

 

COPA DO NORDESTE 1997

Além do Ferroviário, o Ceará foi o outro representante do Estado neste ano, após conquistar a vaga em uma disputa preliminar contra o Fortaleza. O regulamento apontava confrontos em “mata-mata”, com partidas de ida e volta. O Ferrão, após perder fora de casa, foi eliminado ainda na primeira fase com um empate no PV diante do ABC de Natal. Recorde, abaixo, os dois jogos corais naquela edição.

29/01/1997
ABC (RN) 3 x 0 Ferroviário
Local: Estádio Machadão (Natal, RN)
ABC: Jorge Pinheiro, Ferreira, Wesley, Romildo e Teci (Silvério); Januário, Fernando Cruz e Claudinho (Sílvio); Ivanildo, Júnor (Henrique) e Rogério. Técnico: Baltazar Germano
Ferroviário: Jorge Luiz, Chiquinho (Alex), Alencar, Santos e Branco; Paulo Adriano, Júnior Umirim, Cantareli e Basílio; Bebeto (Cleuber) e Marcelo. Técnico: Totonho
Gols: Ivanildo, Claudinho e Henrique

05/02/1997
Ferroviário 2 x 2 ABC (RN)
Local: Estádio Presidente Vargas (Fortaleza, CE)
Ferroviário: Jorge Luiz, Chiquinho, Fábio, Santos e Branco (Basílio); Paulo Adriano (Silas), Cantareli, Totonho (Demétrius) e Eliézer; Zé Roberto e Marcelo. Técnico: Totonho
ABC: Jorge Pinheiro, Marcelinho, Wesley, Romildo e Teci; Januário (Ivan), Ivanildo, Fernando Cruz e Henrique (Júlio); Claudinho (Silvério) e Rogério. Técnico: Baltazar Germano
Gols: Chiquinho e Zé Roberto (Ferrão), Claudinho e Silvério (ABC)

 

COPA DO NORDESTE 1999

Novamente o Ferroviário teve a companhia do Ceará nesta edição do campeonato. O regulamento previa disputas em grupos, com os dois representantes cearenses caindo na primeira fase, diante dos potiguares ABC e América.

11/02/1999
América (RN) 1×1 Ferroviário
Local: Estádio Machadão (Natal, RN)
América: Gomes, Givanildo (Flaviano), Rôni, Balu e Mingo, Januário (Célio), Carioca, Moura e Biro Biro (Leonardo), Fumaça e Cacaio. Técnico: Baltazar Germano
Ferroviário: Jorge Pinheiro, Dino, Aldemir, Alencar e Ivan, Rutênio, Otelo, Vado e Cantarelli, Cristóvão e Silvio (Cláudio). Técnico: Marcelo Villar
Gols: Moura (América) e Cristóvão (Ferrão)

25/02/1999
ABC (RN) 2 x 1 Ferroviário
Local: Estádio Machadão (Natal, RN)
ABC: Sílvio, Jamur, Marcão, Mário César, Ivanildo, Quinho, Théo (Rincón), Evandro, Robson, Sérgio Alves (Joãozinho), Tecy (Marcelinho). Técnico: Ferdinando Teixeira
Ferroviário: Jorge Pinheiro, Dino, Alencar, Aldemir, Paulo Adriano, Ivan, Vado, Cantarely (Marquinhos), Sílvio, Otelo (Fabinho), Cristóvam (Webster). Técnico: Marcelo Vilar
Gols: Marcão, Tecy (ABC) e Sílvio (Ferrão)

10/03/1999
Ferroviário 0 x 0 Ceará
Local: Estádio Presidente Vargas (Fortaleza, CE)
Ferroviário: Jorge Pinheiro; Chiquinho (Odair), Alencar, Cláudio e Ivan; Paulo Adriano, Vado, Marquinhos (Dino) e Cantarelly (Otelo); Sílvio e Cristóvão. Técnico: Marcelo Vilar
Ceará: Jefferson; Wilson (Paulinho), Erivélton, Valdson e Kel; Gilmar, Celinho e Sidcley (Dema) e Robertinho; Júnior e Cal (Paulo Tonello). Técnico: Dimas Filgueiras

24/03/1999
Ferroviário 0 x 2 ABC (RN)
Local: Estádio Presidente Vargas (Fortaleza, CE)
Ferroviário: Jorge Pinheiro, Chiquinho, Aldemir (Dino), Cláudio e Bertoldo (Marquinhos); Paulo Adriano, Ivan, Vado, Cristóvam; Sílvio e Bira. Técnico: Marcelo Vilar
ABC: Schumacher, Humberto, Marcão, Mário César e Quinho; Ivanildo, Evandro, Sérgio Alves, e Éverton (Jamur); Robson (Rau) e Teo (Tecy). – Técnico: Ferdinando Teixeira
Gols: Robson e Sérgio Alves (ABC)

28/04/1999
Ceará 1 x 2 Ferroviário
Local: Estádio Presidente Vargas (Fortaleza, CE)
Ceará: Jefferson; Jaime, Airton, Erivelton e João Marcelo; Valdson, Paulo César (Acássio), Alexandre Dorta e Adãozinho; Osmar (Sandro Sotilli) e Júnior (Kal). Técnico: Marcelo Vilar
Ferroviário: Jorge Pinheiro; Dino, Alencar, Cláudio, Aldemir e Ivan; Paulo Adriano, Cantarelly e Vado (Chiquinho); Bira (Marquinhos) e Chico Peu (Rutênio). Técnico: Newton Albuquerque
Gols: Bira, Rutênio (Ferrão) e Jaime (Ceará)

05/05/1999
Ferroviário 3 x 3 América (RN)
Local: Estádio Presidente Vargas (Fortaleza, CE)
Ferroviário: Jorge Pinheiro; Dino (Chiquinho), Alencar, Aldemir e Ivan; Cláudio, Vado, Bira e Paulo Adriano (Rutênio); Cristóvão (Sílvio) e Josivan. Técnico: Newton Albuquerque
América: Marcelo; Marcinho, Marcelo Fernandes, Rony e Adaldo (Mingo); Gérson Caçapa, Carioca e Ivan (Biro-Biro); Rogers (Carlos Mota), George e Clayton. Técnico: Givanildo Oliveira
Gols: Bira, Sílvio, Chiquinho (Ferrão), Marcelo Fernandes (2) e George (América)