Ferroviário Atlético Clube

Ferroviário Atlético Clube

Copa do Brasil

A Copa do Brasil começou a ser disputada no ano de 1989, tendo o Ferroviário presente já nesta primeira edição. Em 2018, tivemos a melhor campanha coral, com destaque nacional. Em 2021, o Tubarão da Barra marca presença, pela sétima vez, na competição através do título de Bicampeão Estadual da Taça Fares Lopes de 2020. A seguir, resumo de todas as participações corais. Acompanhe tabela, classificação e outros detalhes da atual edição no site da Confederação Brasileira de Futebol: www.cbf.com.br

Clique aqui para conferir a agenda completa de jogos do Ferrão no ano, considerando todas as competições em disputa.

 

COPA DO BRASIL 1989

O Ferroviário, campeão cearense do ano anterior, foi o principal representante do estado nesta primeira edição da Copa do Brasil. O Fortaleza foi o outro clube local a estar presente na competição. A disputa, assim como todas as edições seguintes, apresentava jogos “mata-mata” em cada fase. O Ferrão ficou de fora ainda na primeira fase após levar a pior diante do Goiás, que acabou chegando às semifinais da Copa.

19/07/1989
Goiás (GO) 1 x 0 Ferroviário
Estádio: Serra Dourada (Goiânia-GO)
Goiás: Eduardo, Wallace Carioca, Gomes, Boni e Jorge Batata; Wallace Goiano, Fagundes e Péricles; Formiga, Wanderson e Josué. – Técnico: Carlos Gainete.
Ferroviário: Barbiroto, Silmar (Caetano), Arimatéia, Juarez e Marcelo Veiga; Gérson, Lira e Jacinto; Mardônio (Zé Carlos Paranaense), Cacau e Edelvan – Técnico: Vanderlei Paiva.
Gol: Wanderson (Goiás).

22/07/1989
Ferroviário 1 x 3 Goiás (GO)
Estádio: Presidente Vargas (Fortaleza-CE)
Ferroviário: Barbiroto, Silmar, Arimatéia, Djalma e Marcelo Veiga; Juares, Alves e Jacinto; Mardônio (Caetano), Cacau e Edelvan – Técnico: Vanderlei Paiva.
Goiás: Eduardo, Wallace Carioca, Gomes, Boni e Jorge Batata; Fagundes, Péricles e Josué; Formiga (Richard), Wanderson (Niltinho) e Wallace Goiano. – Técnico: Carlos Gainete.
Gols: Caetano (Ferrão), e Wanderson, Niltinho e Wallace Goiano (Goiás).

 

COPA DO BRASIL 1995

Campeão cearense em 94, o Ferrão foi o único representante cearense da competição. Após arrancar um empate diante do Clube do Remo atuando fora de seus domínios, o clube coral acabou sendo surpreendido no Castelão e saiu da Copa precocemente.

10/03/1995
Remo (PA) 1 x 1 Ferroviário
Estádio: Evandro Almeida (Belém-PA)
Remo: Clemer, Marcelo, Belterra, Flávio e Ednélson; Agnaldo, Cléberton e Rogerinho; Edmílson (Júnior), Luis Müller e Alencar (Castor) – Técnico: Pepe.
Ferroviário: Roberval, Biriba, Batista, Santos e Márcio Sales; Ricardo Lima, Naza, Paulo Adriano e Acássio; Somar e Borges. – Técnico: Ramon Ramos.
Gols: Borges (Ferrão) e Luis Muller (Remo).

13/03/1995
Ferroviário 1 x 3 Remo (PA)
Estádio: Castelão (Fortaleza-CE)
Ferroviário: Roberval, Biriba, Batista, Santos e Márcio Sales; Paulo Adriano, Ricardo Lima e Acássio (Esquerdinha); Alex (Sandro), Borges e Somar. – Técnico: Ramon Ramos.
Remo: Clemer, Marcelo, Belterra, Flávio e Ednélson; Agnaldo, Cléberton e Júnior; Rogerinho (Castor), Luis Müller e Alencar (Zé Augusto) – Técnico: Pepe.
Gols: Ricardo Lima (Ferrão) e Luis Müller (2) e Júnior (Remo).

 

COPA DO BRASIL 1996

O clube coral, com a moral de ser bicampeão do estado, foi mais uma vez a única equipe cearense presente na Copa de 96. Tendo novamente o Goiás como adversário, o Tubarão não se deu bem e sequer chegou à segunda fase.

06/02/1996
Ferroviário 0 x 1 Goiás (GO)
Estádio: Presidente Vargas (Fortaleza-CE)
Ferroviário: Miguel, Gaúcho (Alencar), Batista, Santos e Sílvio César; Odair, Marquinhos (Borges), Paulo Adriano e Cantarelli (Reginaldo); Dias e Esquerdinha. Técnico: Ramos Ramos.
Goiás: Kléber, Túlio, Márcio, Richard e Augusto ; Romeu, Guará e Marcelo Borges; Alex; Rogério (Formiga) e Ronildo (Émerson).- Técnico: Othon Valentim.
Gol: Augusto (Goiás).

13/02/1996
Goiás (GO) 2 x 0 Ferroviário
Estádio: Serrinha (Goiânia-GO)
Goiás: Kléber, Túlio, Márcio, Richard e Augusto; Romeu, Guará (Reidnr), Marcelo Borges; Alex, Rogério (Formiga) e Ronildo (Émerson). Técnico: Othon Valentin.
Ferroviário: Miguel, Biriba, Batista, Santos e João Marcelo; Paulo Adriano, Sílvio César, Marquinhos (Gibi) e Borges (Esquerdinha; Mirandinha e Reginaldo (Dias). – Técnico: Ramon Ramos.
Gols: Alex (2) (Goiás).

 

COPA DO BRASIL 2004

O Ferrão chegou à esta edição como vice-campeão cearense de 2003. Na primeira fase eliminou o América de Natal com uma goleada histórica no primeiro jogo. A despedida coral aconteceu na fase seguinte, diante do Corinthians Paulista.

04/02/2004
Ferroviário 4 x 0 América (RN)
Estádio: Presidente Vargas (Fortaleza-CE)
Ferroviário: Aderson, Arildo, Cícero César, Cláudio e Adriano Silva; Édio, Glaydstone, Júnior Cearense e Anderson (Pastor); Stênio (Renatinho) e Maurício Pantera (Gil Bala). – Técnico: Jorge Pinheiro.
América: Róbson, Gino, Humberto e André; Carlos Alexandre (Barata), Luiz Fernando, Leandro (Luís Fabiano), Fabinho e Renatinho (Elisandro); Helinho e Washington. – Técnico: Ferdinando Teixeira.
Gols: Gil Bala (2), Adriano Silva e Júnior Cearense (Ferrão).

03/03/2004
América (RN) 1 x 0 Ferroviário
Estádio: Machadão (Natal-RN)
América: Róbson, Romildo, Humberto (Barata) e Gino; Calos Alexandre (Denílson), Luiz Fernando, Fabinho, Marcelo e Renatinho ( Elisandro); Helinho e Luís Fabiano. – Técnico: Ferdinando Teixeira
Ferroviário: Aderson, Arildo, Cícero César, Carlinhos e Zé Mário; Édio, Glaydstone, Júnior Cearense e Marcelo; Stênio (Gil Bala) e Maurício Pantera (Adaílton). – Técnico: Jorge Veras.
Gol: Humberto (América).

17/03/2004
Ferroviário 0 x 2 Corinthians (SP)
Estádio: Castelão (Fortaleza-CE)

Ferroviário: Aderson, Arildo, Cícero César, Carlinhos e Marcelo; Cláudio, Glaydstone, Júnior Cearense e Pastor (Clemílson); Stênio (Gil Bala) e Maurício Pantera (Rosivaldo). – Técnico: Roberto Palmiéri.
Corinthians: Rubinho, Rogério, Andersos, Váldson e Vinícius (Moreno); Fabinho, Fabrício, Rincón e Gil; Bobô (Wilson) e Jô (Pingo). – Técnico: Oswaldo de Oliveira.
Gols: Wilson e Jo (Corinthians).

 

COPA DO BRASIL 2018

O Ferroviário chegou à mais edição como vice-campeão cearense de 2017. Na primeira fase eliminou o Confiança (SE), com vitória em casa, em jogo único, por 2×1. Em seguida, numa partida épica, e que ficou denominada nacionalmente como a “Batalha da Ilha”, o Ferroviário eliminou o Sport Recife (PE) por 5×4 nos pênaltis, oriundo do empate em 3×3 no tempo normal, após chegar a estar perdendo por 3×0. Na terceira fase, eliminou o Vila Nova (GO), empatando em casa em 1×1 e vencendo por 1×0 no Serra Dourada. Na quarta-fase, despediu-se da competição diante do Atlético Mineiro, tendo perdido a primeira por 4×0, em Belo Horizonte, e empatado em 2×2 no Castelão.

07/02/2018
Ferroviário 2×1 Confiança (SE)
Estádio: Presidente Vargas (Fortaleza-CE)
Ferroviário: Bruno Colaço; Emerson Santos, Afonso (Mota), Túlio, Erandir e Sávio; Valdeci, Mazinho, Janeudo, Valdo Bacabal (Andrei) e Luís Soares (Rodrigo Rodrigues). – Técnico: Ademir Fonseca.
Confiança: Genivaldo; Arlan, Vitor Pio, Renato Camilo, Zaquel (Klenisson) e Osvaldir; Everton, Flávio (Gilsinho) e Diogo; Frontini e Rafael Villa (Lucas Vinícius). – Técnico: Ailton Silva.
Gols: Túlio (Ferroviario), Vitor Pio (Confiança) e Rodrigo Rodrigues (Ferroviario).
15/02/2018
Sport (PE) 3 (3) x 3 (4) Ferroviário
Estádio: Ilha do Retiro (Recife-PE)
Sport: Magrão; Felipe (Neto), Henriquez, Léo Ortiz e Gapa; Anselmo, Fabrício, Thomás e Marlone; Gabriel (Índio) e Leandro (Rogério). – Técnico: Nelsinho Batista.
Ferroviário: Bruno Colaço; Amaral, Jean, Túlio, Erandir e Sávio; Andrei, Mazinho e Janeudo; Valdo Bacabal e Mota. – Técnico: Ademir Fonseca.
Gols: Anselmo, Fabrício e Marlone (Sport); Mazinho (duas vezes) e Valdeci (Ferrão).
28/02/2018
Ferroviário 1×1 Vila Nova (GO)
Estádio: Presidente Vargas (Fortaleza-CE)
Ferroviário: Bruno Colaço; Amaral (Piauí), Erandir, Túlio e Sávio; Liniker, Andrei, Mazinho e Janeudo (Rodrigo Rodrigues); Valdo Bacabal (Mota) e Valdeci. – Técnico: Ademir Fonseca.
Vila Nova: Mateus Pasinato; Maguinho, Brunão, Giaretta e Gastón; Geovane, Mateus (Keké), Heitor (Ryan) e Dudu (Vinícius); Ramon e Reis. Técnico: Henderson Maria
Gols: Janeudo (Ferroviário) e Keké (Vila Nova).
15/03/2018
Vila Nova (Go) 0x1 Ferroviário
Estádio: Serra Dourada (Goiânia-GO)
Vila Nova: Mateus Pasinato; Maguinho, Heitor, Giaretta e Gastón (Fagner); Geovane, Mateus (Keké), Anderson (Philippe) e Reis; Ramon e Vinícius. – Técnico: Henderson Maria.
Ferroviário: Léo; Piauí, Erandir, Túlio e Sávio; Liniker, Andrei (Luís Soares) e Mazinho; Janeudo, Valdo Bacabal e Juninho Quixadá (Valdeci). – Técnico: Ademir Fonseca.
Gol: Janeudo (Ferroviário).
 04/04/2018
Atlético Mineiro 4×0 Ferroviário
Estádio: Independência (Belo Horizonte-MG)
Atlético: Victor; Samuel Xavier, Bremer, Gabriel e Fábio Santos (Danilo Barcelos); Arouca, Gustavo Blanco, Cazares e Tomás Andrade; Otero (Roger Guedes) e Ricardo Oliveira (Erick). – Técnico: Thiago Larghi.
Ferroviário: Léo; Piauí, Erandir, Túlio e Sávio; Liniker, Mazinho (Robson Simplício), Janeudo e Andrei; Juninho Quixadá (Mota) e Luís Soares (Valdeci). – Técnico: Ademir Fonseca.
Gols: Ricardo Oliveira (duas vezes), Otero e Erick (Atlético Mineiro).
18/04/2018
Ferroviário 2×2 Atlético Mineiro
Estádio: Arena Castelão (Fortaleza-CE)
Ferroviário: Léo; Lucas Mendes, Luiz Fernando, André Lima, Erandir (Robson Simplício) e Sávio (Rafael Guedes); Mazinho, Leanderson e Esquerdinha; Luís Soares (Valdeci) e Janeudo. Técnico: Maurílio Silva.
Atlético: Victor; Samuel Xavier, Brener, Felipe Santana (Gabriel) e Lucas Cândido; Gustavo Blanco (Yago), Arouca, Tomas Andrade (Luan) e Erick; Roger Guedes e Alerrandro. – Técnico: Thiago Larghi.
Gols: Esquerdinha; Mazinho (Ferrão), Roger Guedes e Gustavo (Atlético Mineiro).

 

COPA DO BRASIL 2019

O Ferroviário, como campeão estadual da Taça Fares Lopes em 2018, garantiu sua vaga em mais uma edição da Copa do Brasil e, em sorteio, enfrentou o Corinthians Paulista, repetindo confronto de 2004. Em um jogo de alto nível técnico, o Ferroviário ficou por duas vezes na frente do placar, mas acabou cedendo o empate em 2×2, o que classificou o alvinegro paulistano para a próxima fase.

07/02/2019
Ferroviário 2×2 Corinthians/SP
Estádio: Do Café (Londrina – PR)
Ferroviário: Gleibson; Gustavo, Da Silva, Luiz Fernando e Fernandes (Jean); Mazinho, Klenisson, Janeudo e Leanderson (Emerson Catarina); Edson Carius e Enercino (Isaac). – Técnico: Marcelo Vilar.
Corinthians: Cássio; Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Ramiro (Mateus Vital), Sornoza e Jadson; Gustavo (Boselli) e Vagner Love (Pedrinho). – Técnico: Fábio Carille.
Gols: Edson Cariús (duas vezes) e Gustavo (duas vezes).

COPA DO BRASIL 2021

O Ferrão, novamente com o título de Campeão Estadual da Taça Fares Lopes, assegurou vaga para disputar a Copa do Brasil. Na primeira fase, em jogo único, fora de casa, eliminou a equipe do Porto Velho-RO, com a vitória por 1 a 0. Em seguida, também fora de casa, em Belo Horizonte, diante do América Mineiro, o Ferroviário buscou o empate nos acréscimos do segundo tempo e levou a decisão para as disputas de penalidades, despedindo-se precocemente da competição após um erro gravíssimo de arbitragem.
25/03/2021
Porto Velho/RO 0x1 Ferroviário
Local: Estádio de Los Larios (Duque de Caxias – RJ)
Porto Velho: Wellington; Felipe (Lucas), Sorbara, Alex (Emerson) e Panda; J. Porto, Maurício, Douglas (Odair) e Eudes; Ariel e Gleisson (Jonhnnathan). -Técnico: Tiago Oliveira.
Ferroviário: Jonathan; Polegar, Vitão (Yuri), Richardson e Emerson; Wesley Dias, Wallace Rato (Diego Viana), Reinaldo (Juninho) e Berguinho (Madson); Wendson e Adilson Bahia. – Técnico: Francisco Diá.
Gol: Adilson Bahia (Ferroviário).

14/04/2021

América Mineiro 1 (3) x (2) 1 Ferroviário
Local: Arena Independência (Belo Horizonte – MG)

América: Matheus Cavichioli; Diego Ferreira, Eduardo Bauermann, Anderson e João Paulo; Zé Ricardo, Felipe Azevedo (Gustavo), Juninho (Flávio) e Bruno Nazário (Carlos Alberto); Rodolfo (Lucas Ribamar) e Alê (Sabino). – Técnico: Cauan de Oliveira.
Ferroviário: Jonathan; Polegar (Roni), Vitão, Richardson e Emerson (Madson); Wesley Dias (Sousa Tibiri), Diego Viana, Reinaldo e Berguinho (Mauri); Wendson (Augusto) e Adilson Bahia.  – Técnico: Francisco Diá.
Gols: Felipe Azevedo (América); Augusto (Ferroviário).